R.I.P BURT REYNOLDS (1936-2018)

Film and Television

FILMOGRAFIA SELECIONADA:

NAVAJO JOE (1966), Sergio Corbucci
100 RIFLES (1969), Tom Gries
SHARK! (1969), Sam Fuller
AMARGO PESADELO (Deliverance, 1972), John Boorman
PAIXÃO PELO PERIGO (Shamus, 1973), Buzz Kulik

sham-post

AMOR FEITO DE ÓDIO (The Man Who Loved Cat Dancing, 1973), Richard C. Sarafian
CRIME E PAIXÃO (Hustle, 1975), Robert Aldrich
AGARRA-ME SE PUDERES (Smokey and Bandit, 1977), Hal Needhan
LADRÃO POR EXCELÊNCIA (Rough Cut, 1980), Don Siegel (Peter R. Hunt e Robert E. Miller)
CAÇADA EM ATLANTA (Sharky’s Machine, 1981), Burt Reynolds

DSC02985

CIDADE ARDENTE (City Heat, 1984), Richard Benjamin
STICK (1985), Burt Reynolds
ENCURRALADO EM LAS VEGAS (Heat, 1986), Dick Richards
UM TIRA DE ALUGUEL (Rent-a-Cop, 1987)
MALONE – UM AGENTE IMPLACÁVEL (Malone, 1987), Harley Cokeliss

11459c53c2d110c5058ce2a51964df57

Anúncios

OBITUÁRIO

ROBERTO FARIAS (1932 – 2018)

Sem-título-2-1400x600bf282cc1323fd68bac8c3f24083aa623MARGOT KIDDER (1948 – 2018)

Margot Kidder Portrait Sessionloislane

GEORGE A. ROMERO

O DIA DOS MORTOS (1985) foi o primeiro filme de zumbi que assisti na vida, quando era um moleque ainda, e foi um dos responsáveis por me fazer gostar tanto de filmes de horror. Valeu, Romerão, por fazer algumas das obras mais importantes da minha formação cinéfila.

R.I.P. George A. Romero.

LpJVylwE