PAINEL DO CINEMA BADASS 2015

maxresdefaultjohn_wick.0.0spl2cb

Antes tarde do que nunca… Esqueci completamente de publicar esta lista, que desde 2011, acho eu, venho postando. Na verdade, eu a chamava de Painel do Cinema de AÇÃO, mas como nem todos os filmes que colocava eram exatamente do gênero (forço a barra colocando crime, thriller, western, policial, épico, sci-fi, e tem até um western-horror no meio disso tudo neste ano), resolvi mudar para cinema BADASS… Acho que fica melhor e já abrange essas merdas todas.

Vendo aqui por alto, ainda que o cinema badass esteja bem meia-boca nos últimos anos, percebi que consegui reunir até mais filmes que no ano passado, com alguns exemplares que realmente me chamaram a atenção. Alguns mais, outros menos. Vamos à relação então, que está em ordem alfabética e tem margem até 2014, com filmes que acabei só assistindo em 2015. Comecemos com os filmes que se destacaram, ficaram acima do nível geral em termos de badassness em vários aspectos:

file_602662_blackhat-movie-review-01142015-081729

BLACKHAT (2015), de Michael Mann
BONE TOMAHAWK (2015), de S. Craig Zahler
COLT 45 (2014), de Fabrice Du Welz
DE VOLTA AO JOGO (John Wick, 2014), de Chad Stahelski e David Leitch
FRANCO-ATIRADOR, O (The Gunman, 2015), de Pierre Morel
GUEST, THE (2014), de Adam Wingard

HATEFUL EIGHT, THE (2015), de Quentin Tarantino
KINGSMAN: THE SECRET SERVICE (2014), de Matthew Vaughn – A cena da igreja como destaque, uma das melhores sequências de ação do ano.
MAD MAX: FURY ROAD (2015), de George Miller
SICARIO (2015), de Denis Villeneuve
SLOW WEST (2015), de John Maclean
SNIPER AMERICANO (American Sniper, 2014), de Clint Eastwood
SPL 2: TIME FOR CONSEQUENCES (Saat po Long 2, 2015), de Cheang Pou-Soi
VELOZES & FURIOSOS 7 (Furious Seven, 2015), de James Wan – Sim, eu gosto dessa tranqueira, especialmente o quinto filme. Que venha o oitavo, nono, etc…
+
Primeira temporada de DEMOLIDOR (Daredevil, 2015) e o curta metragem zoeiro oitentista KUNG FURY (2015), de David Sandberg

Outros oito exemplares que, se não possuem o mesmo nível desses aí em cima, ao menos não são de se jogar fora (em ordem alfabética):

antman-ants-featured

ANT-MAN (2015), de Peyton Reed
AVENGERS: AGE OF ULTRON, THE (2015), Joss Whedon
CLOSE RANGE (2015), de Isaac Florentine
THE DROP (2014), de Michaël R. Roskam
MAN FROM U.N.C.L.E, THE (2015), de Guy Ritchie
MISSÃO: IMPOSSÍVEL – NAÇÃO SECRETA (2015), de Christopher McQuarrie
RUN ALL NIGHT (2015), de Jaume Collet-Serra
SKIN TRADE (2014), de Ekachai Uekrongtham

Algumas decepções, filmes que estavam no meu radar e que apostava algumas fichas, mas se revelaram banais ou horríveis mesmo…

big_thumb_d63c7fc15fe9e72a26924578ea455028

CHAPPIE (2015), de Neill Blomkamp
EQUALIZER, THE (2014), de Antoine Fuqua
SPECTRE (2015), de Sam Mendes – Depois daquela maravilha que foi SKYFALL, não esperava que fosse cair tanto o nível…
TERMINATOR GENISYS (2015), de Alan Taylor – Realmente não poderia dar muito certo… Não com esse título cretino…
TURBO KID (2015) de François Simard, Anouk Whissell e Yoann-Karl Whissell

Mas o prêmio de bosta completa vai pra este aqui. Não chega a ser decepção porque eu já sabia que seria uma total porcaria:

BUSCA IMPLACÁVEL 3 (Taken 3, 2014), de Olivier Megaton

taken-3-mainIT ENDS HERE” Graças à Deus… Porque ninguém aguenta mais!

Se sentiu falta de algum filme dos últimos dois anos na lista (o que é óbvio, vai ter muito filme faltando), deixe-me saber, porque pode ser que eu não tenha visto ainda e algumas recomendações são sempre bem-vindas. Continuemos com 2016 agora…

Anúncios

8 pensamentos sobre “PAINEL DO CINEMA BADASS 2015

  1. Pingback: PAINEL DO CINEMA BADASS 2016 | DEMENTIA¹³

  2. Spectre foi bom até pouco antes do final da cena de perseguição na Italia. Depois só se perde… Não é com orgulho que admito que cheguei a pular algumas cenas para economizar tempo! tive vontade de fazer uma copia para mim só com os primeiros 50 minutos e depois subir os créditos! rs

  3. Acho que vai gostar do THE SALVATION. Às vezes, me dava a impressão de estar vendo um filme dos anos 70: seco, direto e violento. O elenco também ajuda: Jeffrey Dean Morgan, Jonathan Pryce e a Eva Green muda é uma delícia! Não esqueça de comentar depois se gostou. 😉

  4. Eu gostei muito do western-vingança THE SALVATION (2014), com Mads Mikkelsen (fodão) e tô bem ansioso pra conferir o horror turco BASKIN (2015). Em geral, ando meio apático com o cinema atual…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s