LET ME DIE A WOMAN

walter-hill

Notícia linda que fiquei sabendo essa semana.

Esse senhor aí em cima é o mestre Walter Hill e ele foi escalado para fazer um novo filme de ação. Até aí, tudo bem, tudo normal, para o cara que nos brindou com THE WARRIORS, THE DRIVER, 48 HORAS, O LIMITE DA TRAIÇÃO e vários outros filmaços do gênero, nada mais justo.

Só que olhando mais de perto o projeto, percebe-se umas peculiaridades interessantes. Escrito pelo próprio Hill, a partir de uma história de Denis Hamill, o filme, que se chama até o momento TOMBOY, A REVENGE TALE, trata de um assassino profissional que decide se vingar de seus desafetos após ter sido traído, capturado e… pasmem, ter tido uma não consensual mudança de sexo!

Portanto, temos um assassino que se transforma numa assassina contra sua vontade e parte para a ação. O hom… quero dizer, a moça será interpretada por Michelle Rodriguez, que é, sem dúvida alguma, a escolha perfeita para a personagem. O filme já conta também com a Sigourney Weaver no elenco. Não sei se vai ser interpretando uma mulher mesmo…

0016-640x300

A história por si só tem um conceito legal. Mas o que realmente me anima é o fato do Hill comandar a produção. O último filme do sujeito foi BALA NA CABEÇA, com o Sylvester Stallone, que embora muita gente não tenha ficado tão empolgado, eu curti bastante e demonstra que o velho ainda sabe dirigir ação quando lhe é exigido. Fico otimista com o novo projeto.

Outro importante nome envolvido é o de Saïd Ben Saïd, produtor que gosta de trabalhar com diretores mais cascudos e alguns de seus trabalhos inclui os últimos filmes do Brian De Palma, David Cronenberg, o penúltimo do Roman Polanski e até o próximo do Paul Verhoeven, ELLE, que está em fase de pós-produção.

TOMBOY, A REVENGE TALE tem previsão de ser lançado em 2017 e vamos torcer pra que seja do caralho (não resisti, desculpem) e que tenha o herói transgênero mais badass da história do cinema! Mesmo que seja o único…

Anúncios

QUEM MATOU ROSEMARY? (The Prowler, 1981)

tumblr_mavvkf20VV1qzcgluo1_1280

O diretor Joseph Zito pode estar um tanto esquecido atualmente, mas para um certo grupo de apreciadores de cinema de ação casca grossa oitentista, no qual eu me incluo, seu nome ainda possui muita representatividade no gênero e nunca será esquecido. E não é para menos, o cara tem no currículo MISSING IN ACTION, também conhecido como o primeiro filme do personagem Braddock, imortalizado pelo Chuck Norris; o filosófico e transcendental war movie, RED SCORPION, com Dolph Lundgren; e o clássico dos clássicos, o petardo INVASÃO USA, também com o Norris. Ou seja, mais respeito com o sujeito, por favor. E vale destacar também sua contribuição no horror, gênero que, na verdade, abriu caminho para Zito no mundo do cinema.

E já que estamos no mês do halloween, é no horror mesmo que vamos focar nossas atenções. QUEM MATOU ROSEMARY? é o terceiro trabalho de Zito (os outros dois são thrillers de horror que não tiveram muita expressão), um típico slasher com trama, personagens, direção, atmosfera, ritmo e elementos muito bem caracterizados pelo subgênero e que deu a ele a oportunidade de dirigir SEXTA-FEIRA 13 PARTE 4: O CAPÍTULO FINAL (84), um dos meus capítulos favoritos da série. Repito, portanto, mais respeito com o Sr. Zito. Continuar lendo

Mudança de nome

Sei que não preciso me justificar com o que faço ou deixo de fazer por aqui, principalmente na situação atual quando existem mais pessoas interessadas em acompanhar posts de facebook do que um blog de cinema, mas por respeito aos poucos leitores que restaram e que ainda acompanham o recinto, informo-lhes da mudança de nome.

É algo que planejava fazer há alguns anos pelo motivo mais simples e bobo possível: enjoei do nome “Dementia 13“. Sim, é isso.

Vou adotar de vez “O homem dos olhos de raio-x“, uma homenagem ao filme do Roger Corman, porque acaba sendo mais genérico para um blog de cinema e o dissocia do horror, me dando mais liberdade pra postar o que quiser. Sei que é uma besteira, mas me causava um certo incômodo. Quem me acompanha a mais tempo vai lembrar que há uns três ou quatro anos eu cheguei a criar um outro blog com esse mesmo nome, meio que com essa intenção de dissociação de gêneros, mas acabei deletando… Enfim, é uma mudança um tanto brusca depois de mais de sete anos utilizando o mesmo nome, mas que não altera tanto o andamento das coisas por aqui. Acho que vai ser pra melhor. Já anda tão desanimador blogar por esses dias, que uma mudança dessas pode ajudar as coisas.
Vejamos.

BEAST OF BLOOD (1970)

bscap0012

A série Blood Island chega ao fim de um jeito bem diferente se comparado ao seus antecessores. BEAST OF BLOOD até consegue manter o mesmo clima, elementos, ambientações, mas desta vez assume uma postura mais de filme de ação e aventura em detrimento do horror, do monster movie, que era a tona dos dois primeiros episódios.

Outro detalhe curioso é sobre as minhas suspeitas de que cada filme da série era independente um do outro. Eu não estava totalmente correto. Apenas o primeiro exemplar, BRIDE OF BLOOD, não possui relação narrativa com os demais, enquanto BEAST OF BLOOD é uma continuação direta de MAD DOCTOR OF BLOOD ISLAND. É o que fica claro logo no prólogo, com o Dr. Foster (novamente John Ashley, a prova definitiva de que o ator realmente decidiu aproveitar ao máximo sua passagem pelas Filipinas) indo embora da Ilha exatamente após os eventos de MAD DOCTOR. Mas o monstro ainda está vivo! E ataca todos na embarcação com um machado, causa uma enorme explosão e o único que sobrevive é o pobre Dr. Foster, boiando em alto mar… E, claro, o monstro, que volta à ilha em que foi criado. Continuar lendo