BRUCE LEE AGAINST SUPERMEN (1975)

255457vlcsnap2011121618h13m10s234

Não é difícil entender o surgimento do movimento Bruceploitation, mas como é a primeira vez que escrevo sobre um exemplar aqui no blog, vou dar uma breve contextualização para quem nunca ouviu falar do termo. A coisa é bem simples, na verdade, e começa com a morte de Bruce Lee. Não preciso mencionar que o sujeito era o mais famoso astro do cinema de artes marciais do período, não é? Sua morte prematura, no entanto, foi um baque tremendo para a indústria cinematográfica local, que temia que a ausência do nome “Bruce Lee” nos créditos e peças publicitárias dos filmes diminuísse o sucesso comercial que esse tipo de produção vinha tendo. Com uma boa dose de picaretagem, alguns estúdios começaram a tirar proveito da fama internacional de Lee realizando filmes nos mesmos moldes dos veículos do falecido, mas estrelados por atores que mudaram seus nomes artísticos para que soassem como Bruce Lee. Daí surgiram os seus “clones”, Bruce Li, Bruce Le e outros tantos.

Bruce Lee Against Supermen (6)

Bruce Lee fake

A safadeza dos estúdios chegou ao extremo de vender seus filmes como se fossem produções legítimas, póstumas, realmente estreladas pelo verdadeiro Bruce. É bem comum encontrar dezenas de cartazes ou títulos de filmes com o nome Bruce Lee estampado, sendo que o ator só fez mesmo quatro longas completos (só filmou 25% de O JOGO DA MORTE e o restante participara quando era ator mirim). Depois, a coisa ficou muito na cara, ninguém caia mais nesse tipo de enganação, mas o ciclo Bruceploitation já estava bem inserido no cinema de ação de Hong Kong, começou a fazer relativo sucesso e o gênero ficou competitivo, com uns 15 atores fakes de Bruce Lee sendo contratados pelos estúdios.

Bruce Lee Against Supermen (15)

E eis que resolvo pegar um desses exemplares pra ver. Olho a relação do que tenho aqui e me deparo com este BRUCE LEE AGAINST SUPERMEN, dirigido por Chia Chun Wu e estrelado pelo Bruce Li. Eu digo, “Nossa! Vai ser esse mesmo!” e, bem, venho aqui agora para dar o exemplo de que não se deve julgar um Bruceploitation pelo seu título. Tá certo que eu até curti o filme, que é considerado um dos piores do ciclo, inclusive por Carl Jones em seu livro Here Come the Kung Fu Clones, e consigo perceber perfeitamente as razões. Mas tenho meus motivos pessoais para gostar…

Começando pelo enredo, que… er… Bem, eu até gostaria de tentar resumir aqui a trama, mas fica difícil entender direito o que raios acontece por aqui. O filme é uma tremenda bagunça em termos de roteiro, edição, uma completa falta de noção de espaço e tempo, nada disso tem lógica por aqui. É quase um filme art house experimental, uma tentativa de transcender qualquer sentido do espaço e tempo na imagem narrativa. Ou, talvez seja apenas incompetência mesmo, o que é bem mais provável. De qualquer forma, a história tem alguma coisa a ver com o Bruce Li tentando resgatar e salvar a vida de um cientista sequestrado por alguma organização criminosa. O que sobra ao redor desses acontecimentos é só pancadaria, pancadarias aleatórias, longas sequências de pancadaria.

ve1vrk

Muita pancadaria

Ah, e os tais Supermen do título? Primeiro, embora esteja no plural, só há mesmo um único Superman. E segundo, é evidente que não estamos falando do personagem da DC Comics, o Clark Kent e etc, mas de um mestre do kung fu, bigodudo, com um traje preto de banda de desfile da cidade, com uma capinha branca e que é contratado ao troco de dinheiro, mulheres e bebidas para eliminar o protagonista. E o protagonista é um assunto delicado, que retoma aquelas questões de quão confuso é o filme.

Bruce Lee Against Supermen (8)

Que beleza de Superman

Logo no início de BRUCE LEE AGAINST SUPERMEN, Bruce Li aparece usando a roupa do Kato, personagem que o verdadeiro Bruce viveu na série do Besouro Verde nos anos 60. Até aqui tudo bem, o problema é que alguns personagens começam a se referir a ele como… BESOURO VERDE! Porra! O fato é que depois desse início, o sujeito nunca mais coloca o traje de novo ao longo do filme. Mas aí, a partir de um determinado momento, começam a chamá-lo de Carter. Tá bem… Carter? Já no final do filme, depois de um épico confronto contra o Superman, do nada Li aparece mascarado e vestido com um uniforme vermelho de super herói, com uma mosca desenhada no peito (já haviam aparecido no filme alguns personagens vestidos assim, mas nada até então indicava que o protagonista fazia parte desse grupo). WTF!? Neste ponto minha cabeça já estava fritando com tanta bizarrice que achei melhor nem tentar entender.

588326vlcsnap2011121618h15m58s109

Começa como Kato… Quero dizer, Besouro Verde!?

BLAS8

E termina assim… Seja lá o que for isso.

Até porque, pra chegar neste ponto, muita coisa louca aconteceu nesse filme, como os créditos iniciais ao som de um instrumental do famoso hino religioso, Castelo Forte (WTF!?); uma cena de sexo de Li com direito a sua namoradinha entrando no quarto e pegando o sujeito no flagra, seguido de uma briga entre as duas moças, com roupas sendo rasgadas (se forçar a vista acho que dá até pra ver uns peitinhos); uma perseguição de carros a dezesseis quilômetros por hora; e, claro, uma dose cavalar de cenas de luta, nos mais variado cenários, com diversos personagem esquisitos, e muito mal coreografadas, por sinal, mas até que Li demonstra que sabe alguns movimentos e até arrisca o manejo do nuntchaku como o Bruce original fazia.

Um espectador “sério” não suportaria nem trinta segundos de projeção. Nessas horas que percebo como tenho sorte de não ser dessa espécie de público. Toda essa variedade de tosquice fez com que eu tivesse 80 e poucos minutos da mais pura diversão cinematográfica. Como não amar esse tipo de cinema?

28qt3yb

Anúncios
Esse post foi publicado em Artes Marciais, Review e marcado , . Guardar link permanente.

4 respostas para BRUCE LEE AGAINST SUPERMEN (1975)

  1. Pingback: ENTER THE PANTHER (aka Conspiracy, 1976) | DEMENTIA¹³

  2. Tungstênio Franco disse:

    Valeu Ronald, excelente resenha!

    e o filme ainda conta com Master Pain — vulgo Betty — de Kung Pow hahahahahahhahahhaa (ou de Tigre Indomável, como diriam os puristas hehehe)

  3. BATMAN VS. SUPERMAN É O CACETE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s