DEMONS – FILHOS DAS TREVAS (Dèmoni, 1985)

2mFfLdk

Era moleque quando vi DEMONS, acho que peguei passando em algum canal da TV aberta, por incrível que pareça… Experiência dessas que fodem totalmente a cabeça da criança e por isso agora tenho esse “bom” gosto pra filmes… Enfim, revendo hoje, continua uma lindeza, que impressiona por vários motivos, mas principalmente por uma simplicidade narrativa em proveito de uma, digamos, piscada de olho na direção dos experimentados fãs de cinema de horror europeu, o que torna DEMONS não apenas um clássico pelo seu grau de divertimento, mas por realmente ter uma representatividade simbólica dentro do gênero.

E estamos falando de um filme do Lamberto Bava! Mas, claro, associado a alguém bem mais talentoso que ele, o Dario Argento no caso, que produziu e ajudou no roteiro… Só assim mesmo, né, Bavinha? Tô brincando… Eu gosto do Bavinha.

demons05

Há uma cena em DEMONS que é algo simplesmente genial e que simboliza os efeitos entre admiradores do cinema de horror e seus objetos de admiração. Uma tela de cinema projeta um filme de horror, na qual uma faca rasga a cabana onde se encontra uma vítima, ao mesmo tempo a própria tela do cinema se rasga exatamente no mesmo local rasgado dentro do filme, quebrando a barreira entre as realidades. O espectador do cinema do filme agora está sujeito a contaminação demoníaca da trama e o espectador real fica possuído por esse universo tão fascinante… Trata-se de uma dessas sacadas para entrar nos anais da história do cinema de horror italiano.

Para entender melhor o contexto da cena acima, vamos à trama: um grupo de pessoas é convidada a participar de uma premiere de um desconhecido filme de horror, mas acaba tendo que lutar para sobreviver quando os acontecimentos vistos na tela tornam-se reais, transformando os espectadores em criaturas demoníacas. Basicamente, o plot é apenas isso. Não há construção de personagens, são todos rasos, embora peculiares, não há histórias paralelas (com exceção dos punks vagando de carro, mas que acabam indo parar no cinema também), além disso não há qualquer explicação sobre o que caralhos está acontecendo, de onde vem as criaturas, por que há o link entre o filme e a “realidade”…

demons26

É óbvio que esse link é a tal analogia feita para os fãs, mas em termos de trama, nada desses questionamentos importa. DEMONS tem uma força imagética tão grande, com tantos significados, que basta acompanhar o encadeamento de imagens e acontecimentos para a coisa funcionar. É tudo na base do trabalho atmosférico, do visual elaborado, uma dose extrema de gore e imagens de impacto, e Lamberto Bava sabe exatamente como agradar os fãs neste quesito, criando cenas como quando um dos personagens dirige uma moto dentro da sala de cinema, empunhando uma espada samurai e fazendo picadinho das criaturas. 

A coisa é pensada de forma tão simples e voltada para os fãs desse tipo de filme, que em determinado momento a impressão que dá é que os roteiristas nem se preocupavam mais com a lógica quando ficavam encurralados como os personagens e pensavam “Ah! Que se foda, vamo colocá um helicóptero na história!” e aí, de repente, sem qualquer aviso, sem qualquer critério, PIMBA! O teto se abre e um helicóptero adentra o recinto!!! Qual experiente admirador de cinema de horror italiano, fã de Lucio Fulci, Umberto Lenzi, Antonio Margheritti, Bruno Mattei, Joe D’Amato, vai se importar com algo assim?

wLotS0CNem preciso dizer que o trabalho da equipe de efeitos especiais e maquiagem sob a responsabilidade do maestro Sergio Stivaletti é genial, né? E quando falo deste ponto num filme italiano de horror do período, refiro-me quase exclusivamente à violência, ao sangue derramado e, aqui neste caso, o visual das criaturas também, que é realmente agressivo. A trilha sonora de Claudio Simonetti (e outras canções oitentistas) também é de destruir. E o elenco… Ah, o elenco… ❤

Só a nata do cinema de horror B italiano dos anos 80, como a lindeza Natasha Hovey, Paola Cozzo, Karl Zinny, Nicoletta Elmi, Urbano Barberini como o herói da já citada cena da moto, a expressiva Geretta Geretta, sem contar a participação de Michele Soavi, que aparece com com chapa de metal na face (também trabalhou como assistente de direção). Mas obviamente todo esse pessoal é eclipsado por um sujeito especial. Um gigante do cinema de gênero italiano, um homem que compensa qualquer má dublagem da sua voz com a sua presença. O grande e único Bobby Rhodes!

12803214_ori

A participação do cara é tão marcante que Bava e Argento o chamaram para atuar na continuação. Sim, DEMONS teve duas continuações oficiais, DEMONS 2, também do Lamberto Bava, e BLACK DEMONS, do Umberto Lenzi, que não chegam no mesmo nível desse aqui, mas me fazem assistir com um sorriso bem alegre estampado no rosto. E apesar de DEMONS possuir diversos detalhes direcionados aos fãs de eurotrash, acho que é um bom exemplar para iniciantes também. Para quem decidir embarcar e conseguir entrar na onda do filme, tenha plena certeza que está no caminho certo para ser contaminado pelo mundo mágico e fascinante do cinema de gênero europeu.

Anúncios

9 pensamentos sobre “DEMONS – FILHOS DAS TREVAS (Dèmoni, 1985)

  1. Pingback: INVENTÁRIO EUROCULT | DEMENTIA¹³

  2. Pingback: DELIRIUM (Le Foto di Gioia, 1987) | O Homem dos Olhos de Raio-X

  3. Pingback: INVENTÁRIO EUROCULT #1 | O homem dos olhos de raio-x

  4. Comprei recentemente totalmente as escuras uma box com o Demons 1/2. O primeiro é aquela obra cinematográfica que já não se faz nos dias de hoje. Como referes e bem o argumento é maravilhoso principalmente a parte do helicóptero, mas são esses pequenos pormenores que fazem estes filmes uma delicia, tempos que já não voltam.

  5. Dario Argento é meu diretor favorito e os filmes que ele dirigiu e produziu nos anos 70 e 80 são alguns dos mais divertidos do gênero terror. Hoje em dia o que predomina são filmes pé-no-chão e com extremo embasamento na realidade. Nos anos 80 o gênero terror era predominantemente fantasioso, com diversos títulos priorizando a diversão. ‘Demons’ é um dos meus filmes favoritos do gênero.

    http://filme-do-dia.blogspot.com.br/

  6. eu mesmo nunca assisti a este filme ” Demons ” parece bom todo mundo , já li em varios blogs e os comentarios são sempre os mesmo todos falam bem deste filme que para mim é inedito , ele saiu em um box com os tres filmes lançado pela Cultclassics Video e eles tambem sairam ha muitos anos em VHS pela F J Lucas Video . Valeu por mais esta perola .Ronald Perrone!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s