INVENTÁRIO EUROCULT #14

O Daniel Vargas edita o blog Top Bad Dates with De Niro, já é um colaborador oficial por aqui (na verdade, só escreveu este texto, mas vem mais por aí) e enviou uma lista com seus filmes europeus favoritos para ser anexada ao Inventário Eurocult:

derletztemannaff1   Tam gdzie rosna poziomki v

A ÚLTIMA GARGALHADA (Der letzte Mann, Alemanha, 1924);
Dir. F. W. Murnau, com Emil Janning, Maly Delschaft e Max Hiller

Poderia muito bem ser chamado também de “O Último Suspiro” ou “A Morte de um Porteiro”.

M – O VAMPIRO DE DÜSSELDORF (M, Alemanha, 1931);
Dir. Fritz Lang, com Peter Lorre

Em tempos de linchamento público, um clássico mais do que atual.

MORANGOS SILVESTRES (Smultronstället, Suécia, 1957);
Dir. Ingmar Bergman, com Victor Sjöström, Bibi Andersson e Ingrid Thulin

Os eternos fantasmas das decisões da vida que tomamos no passado.

OS INCOMPREENDIDOS (Les quatre cents coups, França, 1959);
Dir. François Truffaut, com Jean-Pierre Léaud

A dor da necessidade de ser notado e amado.

LAWRENCE DA ARÁBIA (Lawrence of Arabia, Reino Unido, 1962);
Dir. David Lean, com Peter O’Toole, Omar Sharif, Alec Guinness e Anthony Quinn

O homem que queria ser o rei de outro mundo.

AGUIRRE: A CÓLERA DOS DEUSES (Aguirre, der Zorn Gottes, Alemanha, 1972);
Dir. Werner Herzog, com Klaus Kinski,

O homem que queria ser o rei do seu PRÓPRIO mundo.

MEANTIME (Reino Unido, 1984);
Dir. Mike Leigh, com Tim Roth, Gary Oldman e Alfred Molina

Classe operária britânica não vai ao paraíso.

A FRATERNIDADE É VERMELHA (Trois couleurs: Rouge, França/Suíça/Polônia, 1994); Dir. Krzysztof Kieslowski, com Irène Jacob e Jean-Louis Trintignant

Um coração solitário também.

A AGENDA (L’emploi du temps, França, 2001);
Dir. Laurent Cantet, com Aurélien Recoing e Karin Viard

Neto de “A Última Gargalhada” e o eterno fantasma da incerteza em pleno século 21.

LILYA 4-EVER (Lilja 4-ever, Suécia/Dinamarca, 2002);
Dir. Lukas Moodysson, com Oksana Akinshina e Artyom Bogucharskiy

O começo até o fim da destruição completa de um ser humano perante nossos olhos impotentes.

11192   600full-meantime-poster

Anúncios
Esse post foi publicado em Eurocult, Rankings e Listas e marcado . Guardar link permanente.

7 respostas para INVENTÁRIO EUROCULT #14

  1. Pingback: INVENTÁRIO EUROCULT | DEMENTIA¹³

  2. Gustavo Santorini disse:

    De todos, “Morangos Silvestres” é o meu preferido. Esse é daqueles filmes que, se vc não se sentir quebrantado ao final da projeção e não refletir por horas, dias… Pode encomendar o seu paletó de madeira que vc já foi pro beleléu.

  3. Tungstenio disse:

    “O homem que queria ser o rei do seu PRÓPRIO mundo.”
    uhuauhauauahuauauahuau!
    Acho que uma das mais geniais (se não a mais!) definições sobre Aguirre! Parabéns, cara, foda!

  4. Luiz disse:

    Me chamou a atenção esse do Mike Leigh. Desse cara assisti o filme NAKED, que tem uma atmosfera urbana claustrofóbica interessante. Se meantime for do mesmo nivel vou atrás.

    • ronaldperrone disse:

      O Daniel que vai ter que responder essa, porque não vi ainda MEANTIME, mas NAKED é realmente excelente!

  5. dmcvargas disse:

    Posters legais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s