Mais dois Steven Seagal

THE KEEPER (2009), de Keoni Waxman

Eu disse no post de DRIVEN TO KILL que 2009 foi um bom ano para o astro de ação Steven Seagal. THE KEEPER e A DANGEROUS MAN foram seus últimos trabalhos, dirigidos pelo mesmo sujeito, inferiores ao DRIVEN, mas bons o suficiente para agradar aos fãs mais ardorosos do ator, diferente de alguns filmes que ele estrelou na metade da última década e decepcionou bastante. THE KEEPER tem um roteiro mais sério, embora não se possa exigir tanto dos reponsáveis por esta função, trazendo Seagal como um habitual policial ético e de bom coração. O inicio é praticamente um mini filme dentro do enredo. Seagal e seu parceiro fazem uma batida para flagrar uns traficantes de drogas e trocam tiros com os meliantes. Só sobram os dois tiras e muita grana em cima da mesa. Seagal é traído pelo parceiro, leva um tiro e entra em coma. Agora, o parceiro traidor precisa se livrar da estupidez que fez eliminando a vítima que não matou direito, mas não vamos esquecer que Segal é DIFÍCIL DE MATAR! Isso tudo em dez minutos de projeção. O roteiro logo esquece o episódio e o protagonista se muda para uma cidade do Texas para ajudar um amigo ricaço como chefe de segurança de sua mansão e guada-costa pessoal de sua filha. Essa situação acaba gerando alguns momentos interessantes com o desenrolar da relação entre os dois. Seagal entra num personagem que exige, no mínimo, umas três expressões faciais a mais que sua atuação tradicional. Nem sempre consegue, mas é engraçado vê-lo se esforçando. As sequencias de ação são boas, com Seagal fazendo o que sabe de melhor, quebrando alguns braços e aplicando golpes de aikido. A edição e direção é que prejudicam um pouco quando resolvem fazer uma gracinha de vez em quando. Mas de uma forma geral, é um filme que diverte. Mais um acima da média para o padrão do ator.

A DANGEROUS MAN (2009), de Keoni Waxman

Já em A DANGEROUS MAN a ênfase é mais na ação. O roteiro é risível, tão bagunçado que parece rascunhos de outros projetos do ator que acabaram misturados. Na sequencia inicial Seagal salva sua esposa de um assalto quebrando os dentes do bandido, que foge e é assassinado misteriosamente. A culpa sobrecai em cima de Seagal, um ex agente das forças armadas treinado para matar. Acaba preso por seis anos e sua mulher o deixa. Ao sair da prisão, é um sujeito fodido pela vida e por estar no lugar e na hora errada, entra de gaiato numa trama que envolve imigração ilegal, policiais corruptos, máfia russa e chinesa, entre outras coisas. Os créditos iniciais remetem às aberturas dos filmes do Guy Ritchie, querendo dizer algo como “teremos muitos personagens bacanas e uma trama esperta”. Que nada! O roteiro é uma bobagem que precisa ser relevado para apreciar o restante. O legal é que a ação é quase initerrupta, muita porradaria comendo solta, tiroteios à valer e uma violência explícita e sanguinolenta que impressiona qualquer fã de cinema de exploração. Seagal está bem sádico na pele de um homem que ele mesmo define como morto. Não se satisfaz em apenas quebrar o braço dos vagabundos, tem que meter uma faca no pescoço, atira à sangue frio, e mata das maneiras mais inusitadas. O sujeito é um verdadeiro artista da morte! Um dos elementos que ajuda a salvar o filme é essa grande dosagem de uma violência trangressora inserida à ação. A DANGEROUS MAN é um bom filme para relaxar e assistir sem compromisso, apenas como passatempo. Os fãs do homem vão guardar com um carinho a mais… tem muita coisa pior saindo das grandes produtorar, prefiro uma bobagem como esta… a diversão é garantida!

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , . Guardar link permanente.

9 respostas para Mais dois Steven Seagal

  1. Sim, sim. Todos saíram em DVD por aqui e são bem fáceis de achar. São eles: “Nico – Acima da Lei”, “Difícil de Matar”, “Marcado para a Morte” e o melhor de todos, “Fúria Mortal”.

    Três deles eu já escrevi aqui no blog. Só o “Marcado” que não… mas farei em breve.

  2. Demofilo disse:

    Cara, sinceramente, vou pesquisar sobre esses tais “4 primeiros filmes” do homem e ver se alugo alguns. Aliás, voce sabe se tem no mercado de DVD e se são fáceis de achar?

  3. “e isso que o Seagal é budista”

    Carne e vinho não machucam, quando se tem Buda no coração. 😉

  4. Ei Demofilo, tudo certo. E contigo? Fico feliz pelo seu blog. Depois vou anunciar aqui.

    Quanto ao Seagal, o sujeito realmente passou por uma fase negra na década passada. Nos anos 90, o nível dos seus filmes caiu bastante também, embora tenham alguns divertidos, mas os primeiros 4 filmes compensam todas as porcarias que ele fez no futuro. São excelentes exemplares do cinema de ação de alta qualidade. Recomendo fortemente, meu caro.

    abraço!

  5. Demofilo disse:

    Oi, Perrone. Legal? Acho que da turma clássica de brutamontes-cara-de-plásticos que povoou o cine de ação dos anos 80/90 Steven Seagal é o mais fraquinho, né? Seja como for, marcou história e não se pode negar isso. Mas quando se referem a ele, ou vejo o reclame de algum filme dele a passar na TV, me lembro somente que minha sogra é a maior fã dele que eu conheço, hahaha, imagina só!! Ah, conforme o eternamente prometido, acabo de estrear um blog. Ainda tá meio tosco e engatinhando; mas, com o tempo, ponho ele em ordem e melhoro o texto. Um abraço…

  6. herax disse:

    e isso que o Seagal é budista

  7. Pedro Pereira disse:

    Pelo sim pelo não vou conferir.

  8. Osvaldo disse:

    Achei onde eu li… hehe

    http://bmovienews.net/reviews/d/a-dangerous-man/r.html

    “This film is surprisingly violent. Seagal fans haven’t seen anything this graphic since Out for Justice (1991).”

  9. Osvaldo disse:

    Eu li por aí que A DANGEROUS MAN é o filme mais violento do Seagal desde OUT FOR JUSTICE! Pelo visto, é verdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s