Arquivo do mês: setembro 2008

ENCARNAÇÃO DO DEMÔNIO (2008)

Pois é, criaturas, finalmente estreou por aqui, na sexta feira passada o ENCARNAÇÃO DO DEMÔNIO, aguardado novo filme do Mojica, o Zé do Caixão. Infelizmente, poucos aguardavam como eu. Praticamente tive que arrastar meu irmão e um amigo para assistirem … Continuar lendo

Publicado em Horror, Review | Marcado com , , | 5 Comentários

ILSA, SHE WOLF OF THE SS (1975)

A Segunda Guerra sempre serviu de fonte inspiradora inesgotável para a indústria cinematográfica e não foi diferente com os exploitaitations. Vários filmes possuíam a guerra, nazismo e campos de concentração como pretexto para acrescentar sadismo, violência e sexo em suas … Continuar lendo

Publicado em Exploitation, Review | Marcado com , | 5 Comentários

ABSURD, aka ROSSO SANGUE, aka ANTROPOPHAGUS 2 (1981)

Depois da “apresentação” que fiz há alguns posts sobre o diretor Joe D’amato, finalmente vamos tratar de um filme dirigido por ele. Dos mais de 190 filmes que o sujeito realizou, ABSURD não faz parte daquela listinha de 20 a 25 … Continuar lendo

Publicado em Eurohorror, Horror, Review | Marcado com , | 10 Comentários

UM INVERNO DE SANGUE EM VENEZA (Don’t Look Now, 1973)

Provavelmente, a cena mais interessante de UM INVERNO DE SANGUE EM VENEZA, de Nicolas Roeg, não é de suspense, tensão, horror, ou algo do tipo. É a sequência onde o casal vivido por Donald Sutherland e Julie Christie fazem amor. O … Continuar lendo

Publicado em Horror, Review | Marcado com , | 13 Comentários

WISE GUYS (1986)

Para quem está acostumado com os filmes de Brian De Palma, sempre carregados de tramas violentas, homenagens à Hitchcock e suspenses elaborados por uma câmera virtuosa, vai se surpreender com o diretor no comando de WISE GUYS. Uma comédia leve … Continuar lendo

Publicado em Comédia, Gangster Movie, Review | Marcado com , , , | 7 Comentários

JOE D’AMATO, UM DIRETOR COM COLHÕES

Não se pode exigir qualidade de todas as produções do diretor italiano Joe D’Amato. Aliás, qualidade é algo que o sujeito não tem muito o costume de prezar mesmo. O que devia ser mais importante pra ele é a quantidade. … Continuar lendo

Publicado em Artigo, Eurocult | Marcado com | 9 Comentários